sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Sobre Arruda e Cesinha

Notas rápidas, o dia foi quente e a próxima semana promete:

* José Roberto Arruda, governador do Distrito Federal, pode começar a ensaiar as mesmas lágrimas de crocodilo que apresentou no Senado, antes de renunciar no episódio da violação do painel. Seu governo acabou, se ele vai renunciar ou assistir ao desgaste de um processo de impeachment, é questão de cálculo político. Não há, porém, escapatória. A reeleição certa virou agora uma aventura, missão impossível. É só ir aos blogs de direita e ler o que os comentaristas, todos simpáticos ao DEM e PSDB, andam dizendo: "Zero um, pede prá sair..."

* Este blogueiro conhece pessoalmente César Benjamin. Já viajou com Cesinha de São Paulo a Itaici, pernoitou no mesmo alojamento que o editor, em um evento do MST e outras entidades da Consulta Popular, em 1998. Esteve com ele em outras reuniões, todas ligadas ao MST. Há duas considerações a serem feitas sobre Benjamin: primeiro, o autor deste blog não conhece nenhuma outra pessoa, nem mesmo Diogo Mainardi ou Reinaldo Azevedo, que tenha pelo presidente Lula o mesmo ódio professador por Cesinha. O que ele diz em privado sobre Lula supera em muito o que escreveu para a Folha de S. Paulo nesta sexta-feira. Desde Itaici, o autor destas Entrelinhas avalia que tanto ódio é uma questão para ser examinada à luz da psicanálise, não da política. Em segundo lugar, o blogueiro se espantou com a quantidade de comprimidos ingeridos pelo personagem em questão. Bem, talvez resida aí a explicação para o artigo: Cesinha pode ter esquecido de tomar algum dos seus tarja preta antes de batucar a excrescência publicada pela Folha de S. Paulo.

Falando sério, o que espanta não é César Benjamin ter escrito o que escreveu, mas a Folha ter publicado o que publicou. Talvez o pessoal lá também tenha esquecido de tomar algum medicamento... No mais, é certo que não vai dar em nada, o acusador é tão desqualificado, já tentou os mesmos golpes no passado, sempre sem sucesso. No fundo, no fundo, César Benjamin gostaria de ter sido um Zé Dirceu. Não conseguiu, frustrou-se. É uma pobre alma atormentada, "a loser", como diriam os norte-americanos. Nada mais do que isto.

Em tempo: nem o PSTU acredita em César Benjamin, conforme reportagem da Agência Estado, no trecho a seguir: "Lula foi detido pela polícia política no dia 19 de abril de 1980 e libertado no dia 20 de maio. Nesses 31 dias chegou a dividir a cela com até 18 pessoas. Um de seus companheiros mais jovens, com 23 anos, era o atual presidente do PSTU, José Maria de Almeida - na época militante da Convergência Socialista. Ontem, após ler o artigo, ele comentou: "Tenho motivos para atacar o Lula. O seu governo é uma tragédia para a classe trabalhadora. Mas isso que está escrito não aconteceu. O Benjamim viajou na maionese."

11 comentários:

  1. Como eu já disse no Nassif, problemas emocionais/psicológicos/psiquiátricoas não justificam tamanha maledicência.

    ResponderExcluir
  2. canalhice não é doença

    é caracteristica

    ResponderExcluir
  3. Mas problemas de deslocamento sexual sim, Silvana. Todo mundo quer ser o chefe do grupo, pois tal sentimento foi inerente a necessidade de sobrevivẽncia da espécie durante esses ultimos 500 milhões de anos, por isso fojou-se o conceito de que o mais forte sobreveviria e garantia a sobrevivência do grupo por ele comandado. Primitivamente, os competidores partem para o embate bélico. Ainda hoje há esses embates, mas hoje, também, pelos jornais, e de preferências, aqueles perto da pocilga. Os perdedores desse embate teriam que abandonar o grupo, o que aconteceu com o sr. Cesinha e outros que escrevem nesses lixos ambulantes.

    ResponderExcluir
  4. Meu caro como sao paulino agora so nos resta a disputa com O Mineirao para abrir a copa 2014, DF ja saiu do baraulho.

    ResponderExcluir
  5. JOSÉ ROBERTO ARRUDA: meu avô, um libanês culto e inteligente, dizia que QUEM MENTE ROUBA. Este senhor foi pego na MENTIRA da VIOLAÇÃO DO PAINEL DE VOTAÇÃO DO SENADO. Agora, foi pego com a mão em dinheiro sujo. CONCLUSÃO: meu avô estava certo: QUEM MENTE ROUBA.

    CÉSAR BENJAMIN: um psicopata.
    GILSON RASLAN-JARU/RO

    ResponderExcluir
  6. Caro Luiz,
    Herman Hesse disse o seguinte:
    "Nenhum homem chegou a ser completamente ele próprio. Uns não chegam nunca a ser homens, ficam em rã, lagarto ou formiga".
    Ás vezes a reafirmação de um conceito, esquecido de forma acomodativa, choca e ao mesmo tempo entristece àqueles-poucos é verdade-que se surpreendem ao serem alertados para ele.
    Será que o homem atingiu tal estágio de degradação ou, ao contrário, e é aí que o filósofo vinca a sua assertiva, nunca chegou a atingir os mínimos critérios de avaliação para ser chamado Homem?
    Onde estão os valores desses pseudos homens que por ambiçaõ, mau caratismo,canalhice,bossalidade,sacam acertivas mentirosas a corroborar calúnias mal formuladas e sem provas?
    O Benjamim, coitado, ainda que fraco, manipulável e sem escrúpulo, ainda não descobriu para que gangue da pesada está trabalhando.
    Mas estou seguro que esta nova tentativa de desestabilizar o governo Lula será outro tiro no pé, que pelo absurdo da acusação será rapidamente absorvido.
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Pernoitou? Hummmm....cuidado que ele vai te acusar de tentativa de estupro.

    ResponderExcluir
  8. Estão desesperados. Não podem se dar ao luxo de mais uma gestão de esquerda. Agora vale qualquer coisa. Lula e os seus devem ficar atentos, o próximo passo depois desse atentado moral só pode ser um atentado físico. O quarto poder mostra ao que veio.

    ResponderExcluir
  9. Muito se tem falado desse ódio dele pelo Lula, mas é preciso isso ser esclarecido. EM 1998, como vc relata, Lula nem era o presidente mais odiado por parte da esquerda.

    De onde vem esse ódio?

    Desse episódio que ele maldosamente resolve publicar na véspera da pré-estréia do filme?

    ResponderExcluir
  10. Acabei de ver no google que ele deu uma entrevista ao tio reinaldo; precisa dizer mais?

    Como meu estômago é fraco, não li.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.