terça-feira, 17 de novembro de 2009

Aécio: se Serra vence, o Brasil para

Com amigos assim, o governador José Serra deveria dispensar os inimigos. Só para lembrar: Aécio Neves é tão tucano como Serra e não pode mais deixar o partido para disputar a eleição de 2010. No PSDB está, no PSDB ficará. A nota é da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

NUNCA MAIS
Em conversa recente com empresários, Aécio Neves (PSDB-MG), cada vez mais empenhado em convencê-los de que teria mais condições de governabilidade na Presidência da República do que José Serra, insinuou que, se o tucano paulista ganhar as eleições de 2010, “o governo pode parar”. Tudo por causa da radicalização do PT e dos movimentos sociais. “E aí vai ser aquela saudade imensa [do presidente Lula]. Em quatro anos, ele [Lula] volta e nós nunca mais ganhamos as eleições neste país.”

3 comentários:

  1. Olha, tendo sido ou não verdade sobre o tapa de Aécio em sua namorada, o fato é que esses movimentos recentes do mineiro (aproximação com Ciro e as declarações) mostram que ele entendeu perfeitamente que o surgimento deste boato/furo teve o dedo, ou melhor, o dente do Vampiro.

    ResponderExcluir
  2. Mário Amato disse que, se Lula se elegesse presidente em 1989, os empresários se mandariam do país. Pois é, se a colunista da FSP estiver certa, agora é o Aécio quem pratica terrorismo político contra seu colega tucano, não é? Mas a conclusão que se pode tirar dessa nota é que Aécio associa Serra a um risco de ingovernabilidade no país, e indiretamente posicionou Lula como o garantidor da governabilidade. Esse é um notável argumento em favor de Dilma, não acha?

    ResponderExcluir
  3. Caramba, é isso mesmo? Com Serra Lula poderá voltar daqui 4 anos? Que bom!

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.