quinta-feira, 29 de maio de 2008

Lajes sobre rios: este é Paulo Maluf

A matéria abaixo está na Folha Online e faz lembrar aqueles jogadores de futebol em fim de carreira, já incapazes de dar um pique de 50 metros sem arfar no final, mas mantendo e empáfica, "chamando a responsabilidade para si mesmos", como se diz no jargão dos boleiros, e prometendo decidir o jogo. O perigo é que de vez enquandos os velhos craques anotam um golzinho se a defesa adversária estiver distraída...

No caso particular do deputado Maluf (PP), este blog acha que desta vez ele exagerou e é bem possível que nem entre em campo na eleição de outubro, pois o prefeito Gilberto Kassab (DEM) está articulando nos bastidores a inclusão do PP no amplo arco de alianças que montou para sustentar sua candidatura à reeleição na capital paulista.

A seguir, a íntegra da reportagem da Folha.

Maluf diz que vai construir laje sobre rios Tietê e Pinheiros

O deputado Paulo Maluf (PP-SP) reuniu ontem em Brasília cerca de cem congressistas e dois ministros para uma feijoada em seu apartamento, na Asa Sul. Antes do evento, disse que, assim como Marta Suplicy (PT), centrará sua campanha à Prefeitura de São Paulo na questão do trânsito.

"Vou construir uma laje sobre os rios Tietê e Pinheiros, com oito pistas para o trânsito. Entrego a obra em quatro anos", afirmou Maluf, que depois refez a expectativa para a obra.

"Entrego em três anos. Se eu não resolver o problema do trânsito, nenhum deles [os outros candidatos] vai resolver."

Em quarto na disputa paulistana segundo a última pesquisa Datafolha, com 8%, Maluf reuniu ontem, entre outros, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), dois presidentes de partidos (Michel Temer, do PMDB, e Francisco Dornelles, do PP) e os ministros José Múcio (Relações Institucionais) e José Toffoli (Advocacia Geral da União).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.