domingo, 4 de maio de 2008

Futebol: deu a lógica em SP e Rio

Apesar da torcida deste blog pela Macaca campineira, o Palmeiras não tomou conhecimento da Ponte Preta e fez a alegria de sua torcida, enfiando logo 5 no adversário. Felizmente, o autor destas Entrelinhas mora longe da Avenida Paulista, evitando assim a poluição sonora, visual e olfativa que a festa alvi-verde deve estar provocando na região.

No Rio de Janeiro, também deu a lógica e o Flamengo venceu a parada na despedida do técnico Joel Santana. A pergunta que não quer calar entre os cariocas é uma só: onde é que o Ronalducho vai comemorar o campeonato do Mengão? Travecas, tremei...

Um comentário:

  1. O significado especial de se pertencer a uma torcida "civilizada" ( excluam-se aí as famigeradas uniformizadas )ficou mais uma vez óbvio: mezzo-palmeirense que sou, não me importei em ouvir o jogo pelo rádio, já que TV eu não tinha à disposição onde me encontrava ( Bairro da Saúde )e também nem desejava uma. Fiquei "no escuro", sem saber a quantas andava a partida. Não fosse minha irmã telefonar-me, a cada gol que saía, eu não teria sabido o resultado até o final, já que não ouvi gritaria e nem fogos. E, mesmo depois do supremo massacre, presenciei alguns poucos carros passando, buzinando, enfeitados com alguns estandartes e só. Festa contida. Quando o São Caetando perdeu a Libertadores para o Olímpia, eu percebi muito mais barulho e comemorações. Sabemos de quem.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.