terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Wagner Iglecias: Clonagem política

Em mais uma colaboração para o blog, o cientista político Wagner Iglecias explica a um amigo tucano como a genética pode ajudar na explicação de fenômenos característicos das ciências humanas. A seguir, a íntegra do bem-humorado texto de Iglecias.

Meu amigo Plínio é tucano de quatro costados. Acha que o governo de Fernando Henrique foi o mais importante da História do Brasil. Não vê a hora de o PSDB voltar ao poder. Mas aguarda pelas eleições de 2010 pacientemente, porque Plinio é, antes de tudo, um democrata.

No fundo ele concorda com a afirmação de Fernando Henrique de que Lula não sabe falar bem o idioma. Acha até que Lula é um tanto despreparado para o exercício do cargo, que não domina as boas maneiras da liturgia do poder. Mas acha também que a democracia brasileira só estará definitivamente consolidada no dia em que o presidente-operário concluir seu segundo mandato e passar a faixa para o sucessor.

Apesar das restrições que tem a Lula, Plínio até acha o presidente simpático. Reconhece que ele tem muito carisma e que sabe falar ao povo. Mas Plínio tem ojeriza daquele pessoal do PT que cercou Lula no primeiro mandato e que ainda está por aí, como Zé Dirceu, Genoino, Palocci e os aloprados.

Plinio não suporta essa gente, especialmente Dirceu. Mas tem mais gente ligada ao governo Lula que Plínio não tolera. São os não-petistas. Ah, para os não-petistas Plínio tem suas maiores restrições. Como alguém que foi historicamente adversário de Lula e do petismo pode hoje apoiá-los? Plínio não compreende.

A resposta para a inquietação do meu amigo tucano pode estar na ciência. A medicina genética tem avançado muito nos ultimos anos e é sabido que cientistas já conseguiram clonar ratos, ovelhas etc. Ou seja, estaríamos a um passo da clonagem humana. Verdade? Mito? Sabe-se lá. Mas quem sabe ela já não começou? E aqui no Brasil? E com nossos políticos? Senão, vejamos.

Este Sarney que apóia Lula desde o começo de seu governo? Plínio se pergunta como Lula aceita o apoio de um velho coronel da política brasileira. Sem dúvida, meu caro Plínio, este aí só pode ter sido clonado. Não pode ser o mesmo Sarney que apoiou o governo Fernando Henrique. Ou pode?

E este Renan que a oposição considera um bandido? Apóia o Lula desde o início de seu mandato também. Outro que só pode ser clonado. Não pode ser o mesmo Renan que foi Ministro da Justiça do governo tucano. Não pode ser. Foi clonado tambem.

E o tal Walfrido, ex-ministro da articulação política do Lula? Clonado, com certeza. Ou alguém acha que seria o mesmo Walfrido que há alguns anos fazia a cozinha das campanhas do Senador Azeredo, presidente do PSDB?
E o Roberto Jefferson, que foi estrela no recente congresso tucano, sentando-se ao lado de FHC, Serra, Aécio, Alckmin e Tasso? Outro que foi clonado, meu caro Plínio. Ou será que dá para acreditar que os tucanos receberiam como convidado de honra alguém que, além de ter sido cassado, estaria, segundo denúncia do Ministerio Publico Federal, envolvido, junto de José Dirceu e Marcos Valério, com o suposto esquema do mensalão? Alguém que foi citado entre os quarenta da tal "organização criminosa"? Não, os tucanos não receberiam uma pessoa assim. Esse Bob atual, Plínio, é clone também, não é aquele que apoiou Lula e foi próximo de Dirceu até outro dia.
Esses cientistas inventam cada coisa, não é, meu caro amigo Plínio?

Wagner Iglecias é doutor em Sociologia e professor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP

2 comentários:

  1. Não sei se foi aqui,que o meu comentário foi censurado,mas tudo bem...Sou semi-analfabeta mesmo não me orgulhando disso,admito que ninguém me "engravida"pelos olhos e nem pelos ouvidos.Não acredito em nem uma notícia de primeira página de jornalão,muito menos nas notícias que o casalsinho da glôbo diz muito menos da Pelággio (?),e daquele Wac(?),sempre quando a Band,ou a Glôbo vem noticiar algum fato como sempre contra o Presidente Lula,eu venho aqui ou em qualquer Blog da esquerda,temos que saber dos FATOS porque de Versões,de versões eu ando de saco cheio!Mas de uma coisa vcs podem ter certesa,eu conhecendo uma pessôa que é injustamente acusada,eu movo montanhas,procuro indícios,leio tudo...nas entrelinhas,e até hoje eu não achei nada contra o Dirceu!Um dia eu vou contar para vcs,o que eu já descobri,de podre no meio jornalístico e radiofônico e tenho provas e testemunhas!Abs Teresinha Carpes

    ResponderExcluir
  2. Wagner: Bob Jerfesom foi convidado de honra no Congresso do PSDB. Caso fosse ao contrário o PT o convidasse, será que a imprensa não cairia de pau. A mídia age comforme a sua conveniência. Ficou calada, não se leu uma linha contestando a presença do ladrão confesso.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.