quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Da série "esqueçam o que escrevi"

A nota abaixo saiu na Folha de S. Paulo de hoje. O jornalista é bom, mas as fontes não ajudaram... O mercado errou e uma diferença dos 4,8%, na melhor das hipóteses de crescimento reportadas por Guilherme Barros, para os 5,7% realmente apurados pelo IBGE vai uma enormidade. Ademais, com o resultado divulgado hoje o Brasil já está bem mais próximo de um crescimento anual de 6% em 2007 do que "algo próximo a 5%", como escreveu o colunista da Folha. A seguir, a nota que Barros publicou:

Mercado Aberto

GUILHERME BARROS

O PIB do terceiro trimestre, a ser divulgado hoje pelo IBGE, manteve a aceleração do segundo trimestre e deve ter crescido entre 4,4% e 4,8% em relação a 2006, segundo projeções do mercado. Já em relação ao segundo trimestre, o PIB deve ter se expandido entre 1,1% a 1,4%.
Esses números reforçam a tese do governo de que o país deve crescer mesmo este ano algo próximo a 5%. A expectativa é que o quarto trimestre deva vir ainda mais forte do que o terceiro, principalmente diante do resultado recorde da indústria de outubro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.