segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Sarney reluta e Garibaldi é segundo nome

Brasília ferve com as duas votações importantes da semana: CPMF e eleição para a presidência do Senado. Até este momento, 18h20 de segunda-feira, a tendência é que o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) continue resistindo e acabe recusando a indicação para entrar na disputa do comando do Senado, apesar da indicação de que não teria concorrentes no PMDB. Garibaldi Alves (PMDB-RN) continua favorito no atual cenário. O governo também trabalha nos bastidores para evitar a candidatura avulsa de Pedro Simon (PMDB-RS).

Sobre a CPMF é impossível fazer prognósticos. A votação pode ficar para quarta-feira, depois da eleição no Senado, ou mesmo para quinta-feira. Este blog aposta na vitória do governo, mas não arrisca nem de longe um palpite. Mesmo a tendência pela aprovação da matéria é tênue e ainda depende de negociações que estão em curso.

Um comentário:

  1. Oi companheiros,não sei qual é o pior,o Simon ou o Garibaldi Alves,ambos estão com muto ódio do Presidente Lula,e esta perseguição tem um fundo político partidário!O PT,sofreu horrores com o Garibaldi Alves (o monstro da CPMI,do fim do mundo) lembram?Meu nome é Teresinha Carpes

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.