sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Sorte pouca é bobagem

O Rio de Janeiro sediará as Olimpíadas de 2016. Lula pode até nem ter nada a ver com esta vitória, mas é óbvio que vai sair bem na fita na mídia mundial. A sorte do presidente é algo realmente inacreditável, quando alguém acha que não dá para acontecer mais nada de bom para ele, eis que... acontece!

5 comentários:

  1. É obvio que Lula tem sim algo a ver com a indicação do Rio para sediar as Olimpíadas de 2016. Basta vermos os últimos países que receberam tal evento e constatar que TODOS são considerados potências mundiais, resultado direto do crescimento econômico e maior inserção no cenário internacional. E o Brasil só passou a ser uma potência após a chegada do nordestino “analfabeto” e “pingaiada” à presidência da República.

    ResponderExcluir
  2. Luiz, é uma questão de sorte ou de trabalho e competência? Sugiro que vc leia o blog Escrevinhador do Rodrigo Viana sobre essa coisa de sorte e o complexo de vira-lata.

    ResponderExcluir
  3. Claro que tem que ver Luizao! Abrazo e me liga si quiser

    ResponderExcluir
  4. Sorte nada. Lula é bom mesmo. Foi sua liderança mundial que garantiu as Olimpíadas no Brasil. E, ao contrário do que os urubólogos de plantão dizem, não serão "gastos" bilhões de dólares e sim "investidos" bilhões de dólares, que beneficiarão a economia do país e estimulará o turismo.

    ResponderExcluir
  5. Acho que cabe imaginar também como seria se, em vez do Eduardo Paes e seu baita pulo na hora do anúncio, fosse prefeito do Rio o Gabeira, queridinho da nossa direita. Teríamos, assim, Olímpiadas "verdes" (se é que você me entende?). Ou continuaria sendo "só" uma Olimpíada, como disse a querida D. L.?

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.