terça-feira, 25 de novembro de 2008

Uma boa sacada de Ricardo Noblat

O que vai abaixo está no Blog do Noblat. Vale a pena ler na íntegra.

O que tem o PSDB a dizer sobre a farra de gastos na PB?

À falta do que fazer, digitei no Dr. Google "PSDB+aumento de gastos do governo". Apareceram 68.200 registros. Um do Diário Tucano de 8/8/2008 diz assim:

- Parlamentares do PSDB estão preocupados com aumento exagerado de gastos públicos patrocinado pelo governo Lula. A “farra” promovida com o dinheiro da população brasileira está sendo discutida pelos tucanos e deverá permanecer sendo assunto de discursos, estudos e até mesmo projetos de lei de iniciativa de deputados e senadores.
Outro do dia 02/10/2007 tem como título "Aécio critica aumento de gastos da União com funcionalismo público". É uma notícia da Folha Online. Que diz: "O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), criticou o aumento de gastos da União com funcionalismo público e também as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre choque de gestão com novas contratações.

- Minas Gerais é o melhor exemplo. Sem aumentar o número de servidores aumentamos a eficiência. Choque de gestão é gastar menos com a estrutura dos Estados e mais com as pessoas -, defendeu o governador."

Em entrevista à rádio tucana em 14 de agosto último, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso advertiu:

- Se o governo atual continuar ampliando muito os gastos públicos sem prestar atenção no que vai acontecer lá na frente, acho que o próximo presidente irá encontrar muitíssimas dificuldades. Terá que fazer um aperto nos gastos que este governo ainda não fez. Como o quadro geral mundial estará pior do que o atual, será uma herança pesada para o próximo governo. Ainda há tempo de se frear os gastos correntes.

O que o PSDB diz pela boca dos seus líderes mais emplumados não se escreve. Pelo menos a julgar pelo que fez ontem o governador cassado da Paraíba Cássio Cunha Lima (PSDB).

A poucos dias de largar o cargo, acusado de ter cometido abuso de poder econômico nas eleições de 2006, Cunha Lima resolveu deixar o governo ainda mais endividado para atrapalhar a vida do seu sucessor.

Com o apoio da maioria dos deputados estaduais, aprovou na Assembléia Legislativa do Estado um pacotaço de aumentos para diversas categorias de servidores públicos.

Somente o salário dos procuradores passará de R$ 4 mil para R$ 8 mil.

Cunha Lima antecipou o pagamento do 13º salário dos servidores. E anunciou a contratação imediata de 854 concursados na área de saúde.

O mínimo que se espera da direção do PSDB nacional é que critique duramente o comportamento irresponsável de um dos seus filiados mais notáveis.

Mas, esqueçam. Isso não ocorrerá.

2 comentários:

  1. Luiz Antônio: Estou desesperado e estou pedindo ajuda de todos se possível. Sou biólogo e tenho um blog (http://betobiologia.blogspot.com) e ás vezes publico artigo de opinião em um jornal aqui da cidade de Piracicaba/SP chamado A Tribuna Piracicabana. Hoje saiu um artigo (que está publicado no meu blog) meu comentando o resultado das eleições daqui e contra o prefeito reeleito que é o Barjas Negri (PSDB). Agora meu amigo que é editor do jornal me informou q o secretario de comunicação da prefeitura quer meu endereço, pois vai entrar com ação judicial contra meu artigo por leviandade. Não sou ligado a partido e sou apenas um leitor crítico e agora querem me processar por isso!! Gostaria de saber a quem eu posso recorrer e como procede isso. Por favor.
    Grato.
    João Humberto Venturini

    ResponderExcluir
  2. O Noblat foi pego com a mão na cumbuca fazendo censura no blogue dele e agora deverá passar umas duas semanas fazendo alarde da própria isenção chutando cachorro morto, como o ex-governador da Paraíba.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.