terça-feira, 9 de março de 2010

Bancoop, tucanos e o eterno retorno

A denúncia envolvendo João Vaccari Neto em um suposto desvio de recursos do Bancoop foi comemorada com grande entusiasmo no PSDB. Neste momento em que o DEM chafurda na lama, um caso de corrupção no time petista, envolvendo um alto quadro do partido, era tudo que os tucanos queriam.

A festa no QG de José Serra, porém, deve ser analisada com cuidado. Se tudo que o PSDB tem, mais uma vez, contra o PT é o discurso da corrupção, podem escrever, o partido vai se lascar na eleição deste ano. Repetir a estratégia de Geraldo Alckmin de 2006 será um verdadeiro tiro no pé, não apenas porque já não deu certo no passado, mas porque a candidata do presidente Lula foi escolhida a dedo justamente por não ter nenhum envolvimento em qualquer tipo de escândalo que envolveu o PT no passado recente. Ninguém vai achar as digitais de Dilma no caso do mensalão, do dossiê dos aloprados, casos Valdomiro Diniz ou caseiro Francenildo...

A questão da corrupção só faz diferença mesmo quando o povão acha que a situação econômica está muito ruim e os políticos estão desviando recursos que fazem falta na hora da feira, do supermercado. Foi assim com Collor de Mello, por exemplo. Se não houvesse a brutal recessão de 1991/92, é provável que o ex-presidente não tivesse sido impedido. Em 1982, quando o país passou por outra recessão brava, a questão da corrupção apareceu com força, tanto que a oposição ao regime militar, então no seu ocaso, fez barba, cabelo e bigode na eleição para governo de Estados e Senado. Foi nesta época que o ex-governador Paulo Maluf ganhou a fama de “ladrão” e o ódio de toda uma geração. O que Maluf fez ou deixou de fazer é o de menos, a verdade é que a população estava irritada com a falta de dinheiro no bolso.

Agora, porém, a situação é bem outra. A economia está crescendo, emprego e renda estão em alta e o povão vai consumindo cada vez mais. Um caso como o do Bancoop, de suposto desvio de recursos para a campanha de 2002 soa como algo distante, velho, superado. Se isto é tudo que o PSDB tem para o momento, Dilma é mesmo favoritíssima para a sucessão de Lula.

10 comentários:

  1. Ótima análise Luiz! Mas tem o caso da Lina q diz q ouviu, mas não ouviu e viu nada. Com certeza vão ressucitar esse assunto mais perto das eleições.

    ResponderExcluir
  2. Eu como paulistano fico envergonhado com tudo isso.
    Abrir essa CPI que não dará em nada é a prova mais cabal que esses políticos calhordas e ladrões não estão nem aí com a opinião do povo, pelo contrário, querem que o povo suma!
    Avião caiu e nada de CPI, a empresa Alston ao que parece faz farta distribuição de grana para alguns bicudos e nada de CPI, a estação do Metrô de Pinheiros desmoronou matando pessoas e nada de CPI, as obras do Imortal e Eterno Rodo-Anel caem e ninguém diz nada..... que horror essa gente!

    Provos Brasil

    ResponderExcluir
  3. Fizeste um bom enredo e daí uma boa conclusão. Estão requentando fatos de 10 anos que volta à tona em toda véspera de eleições.
    Com Brizolla aqui pelo Rio, o jornalão daqui a cada quatro anos falava do mesmo assunto e depois...
    Agora com Garotinho a mesma coisa. Quatro anos se passaram e os assuntos de Ongs novamente na ordem do dia. Depois das eleições,,,
    Bastou Meirelles entrar para o governo Lula, logo o jornalão atacou e depois se calou. Bastou o alguém dizer que Meirelles poderia ser vice de Dilma,,, o assunto de 10 anos voltou novamente. Aliás, neste domingo, o Merval Pereira fez comentários do tipo comadres no portão da casa de uma delas, falando sobre o que Meirelles andava falando lá no exterior sobre os economistas dos governos passados. Se não me engano ontem, na sua prpopria coluna descreveu uma carta em que Meirelles o contestava. Acho até que Merval publicou obedecendo ordens superiores e lá mesmo de cima do jornalão. É aquela história, quem muito reclama de liberdade de expressção, no fundo tem é que obedecer o patrão.

    ResponderExcluir
  4. Além de requentada, tal denúncia foi um ato de coloração partidária do promotor mauricinho serrista, o tal de Zé Carlos Blat. Mas o blá, blá, blá desse moço já vazou água, ops! tudo a ver com o Zé Alagão. O Juís Carlos Eduardo Lora Franco já deu uma enquadrada nesta acusação oportunista deste promotor barato.

    ResponderExcluir
  5. Caros do Blog, Leiam no blog Terra Goyazes, mais um capítulo da série A Idade das Trevas, inventário sobre o ruinoso período do tucanato no poder (1994-2002)! No ar e na rede o capítulo: O mito da eficiência da iniciativa privada, no endereço: http://terragoyazes.zip.net

    ResponderExcluir
  6. OLá,

    Começou a festa de boa parte da mídia. Vai ser daí pra pior..

    Estou passando para divulgar também o novo portal de notícias de Londrina e região: ehPARANÁ

    http://www.ehparana.com.br

    Jornalismo objetivo para quem quer ganhar tempo.
    estamos a disposição

    abraço

    ResponderExcluir
  7. Cara, topa uma troca de links ?

    Se for possivel me responder...
    Um forte abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  8. desculpe, mas estou achando vc um irresponsável que cria um blog interessante e de repente desaparece. Sempre achei as colocações deste blog bem elaboradas, mas não entendo como o autor pode ter tantas participações políticas em espaços ideologicamente tão diversos. Apesar dessa visão, ainda cobro:cadê os textos?

    ResponderExcluir
  9. Oi Luiz!! Eu estava ontem na manifestação dos professores que acabou com a violência da polícia contra nós. Fiz alguns vídeos dessa violência:
    http://www.youtube.com/watch?v=RWzKFV6Bt7A

    http://www.youtube.com/watch?v=3iDhh8ErpDc

    http://www.youtube.com/watch?v=wVg0jIJ0geg

    E tb há o meu relato junto com esses vídeos e fotos no meu blog:

    http://betobiologia.blogspot.com/
    Obrigado

    ResponderExcluir
  10. Não se esqueçam q não foi o Promotor que "tirou da cartola" 3 MIL famílias q pagaram para ter uma casa própria as quais NUNCA sairão do papel... Esse assunto está perto de um final... O tempo é o melhor juiz. Não percam os últimos capítulos!!! Serão "emocionantes"!!!

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.