sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Cansei 2.0

O pessoal da ultra-direita anda mais animado que corintiano após vitória contra o Flamengo com as tais manifestações do 7 de setembro, que reuniram alguns gatos pingados na maior parte das capitais e, em Brasília, milhares de pessoas.

A novidade agora é o uso das tais redes sociais, estimulado por meia dúzida de blogueiros direitistas, notadamente os da revista Veja, para estimular os atos "contra a corrupção" - na verdade, contra o governo da presidenta Dilma Rousseff. Uma versão 2.0, portanto, do movimento "Cansei", capitaneado pelo janota Dória Jr. e que contou com a presença sempre alegre de alguns artistas. Aparentemente, o pessoal percebeu que as "estrelas" não estavam agradando e a estratégia mudou: agora o verniz é o de que “somos todos apartidários, queremos apenas o bem do Brasil”. A história da carochinha pode enganar os desavisados, mas a tendência é que a coisa morra de inanição, como ocorreu com o “Cansei” de Dória Jr, D’Urso e outros menos cotados.

Vale a pena notar ainda que o movimento acontece justamente no momento em que a presidente vai mostrando a que veio, especialmente na condução da economia, com sinalização de uma política menos ortodoxa, menos “financista” do que a implantada por seu antecessor.

É mesmo difícil protestar contra a queda na taxa de juros, uns poucos jornalistas de mercado se prestam a este papel, mas nem as lideranças da oposição se animam, de modo que o combate vai se dando, mais uma vez, pelo viés udenista da crítica à corrupção, que noves fora zero não nasceu ontem nem anteontem, bem ao contrário, o filme é antigo e já passou...

Tudo somado, vai se engraçado assistir os blogueiros da Veja (e outros nanicos que os circundam) tentando mobilizar as classes médias conservadoras em torno de uma bandeira que no fundo, no fundo, cairia melhor se assumisse sua principal motivação – o medo de quem vem debaixo. É simples assim, e este blog volta em qualquer outra edição extraordinária, por pura falta de tempo deste quase ex-bloqueiro...

Um comentário:

  1. A vida em alguns momentos pode não parecer fazer sentido, daí lembramos de coisas que nos fazem felizes, coisas essas que são consideradas boas como nossas lembranças.
    Me ajude a divulgar o blog coisas boas da vida, sou nova nesse ramo, porem já estou te seguindo me siga também:
    http://coisasboasdavida-kahlopes.blogspot.com/
    obrigada desde já.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.