quarta-feira, 13 de abril de 2011

O novo hino do PSDB

Em edição extraordinária, este blog revela com exclusividade a música que embalará as próximas campanhas tucanas brasil afora, a pedido do presidente de honra do partido, o douto ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Para que não está a par, Cardoso nesta semana esclareceu, em longo artigo, a nova estratégia do PSDB para disputar o poder com o PT, e que pode ser resumida da seguinte forma: "esqueça os pobres, nosso negócio é evitar que a classe média caia no colo de Dilma". Bem, a verdade é que todo mundo já sabia o que FHC revelou: tucanos não gostam muito de povo, não se misturam, salvo quando na Europa, evidentemente.
Segue abaixo, a letra completa do "Melô do FHC". Som na caixa, maestro!

Não fala com pobre, não dá mão a preto
Não carrega embrulho
Pra que tanta pose, doutor
Pra que esse orgulho
A bruxa que é cega esbarra na gente
E a vida estanca
O enfarte lhe pega, doutor
E acaba essa banca
A vaidade é assim, põe o bobo no alto
E retira a escada
Mas fica por perto esperando sentada
Mais cedo ou mais tarde ele acaba no chão
Mais alto o coqueiro, maior é o tombo do coco afinal
Todo mundo é igual quando a vida termina
Com terra em cima e na horizontal

4 comentários:

  1. A sociedade vem passando por um caos na saúde, isso se da pela manipulação dos médicos que controlam que deve ter direito a saúde de qualidade.
    Como a medicina ainda é privilégio de poucos os médicos dão as cartas na saúde do Brasil, onde a iniciativa privada tem mais poderes que a publica, quantas vezes vimos nos noticiários que municípios pagam super salários mais mesmo assim não encontram médicos dispostos a morarem no interior, pois não é viável deixar de morar nas capitais onde tudo é centralizado como saúde, educação, segurança e conseqüentemente uma vida digna.
    Os médicos centralizam a saúde de forma que eles sejam unicamente os necessários na saúde por serem os salvadores de vidas com suas habilidade de cirurgias e conhecimento da anatomia humana, desprezando completamente outros categorias da saúde como fisioterapeutas, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, radiologistas, enfermeiros e principalmente a classe de mão de obra barata que é a classe dos técnicos de enfermagem, que estes saíram varias vezes nos noticiários com erros no atendimento ao paciente devido a classe ter que trabalhar em dois ou ate três empregos para ter uma vida mais ou menos, enquanto os médicos em apenas um empregos conseguem ter um padrão de vida de classe alta e nunca são penalizados quando erram em seus procedimentos inclusive em óbitos por negligencia, mas os escravizados dos técnicos que fazem 02 anos de curso e são proibidos de exercer sua atividade se não pagar a industria de dinheiro COREN são logos demitidos sem uma defesa ou sem ser reconhecido que errou por ser colocado pela sociedade como escravos da saúde.
    A solução seria aumentar as vagas de medicina nas faculdades, proibir que médicos tenham mais de um emprego publico, fazer com os planos de saúde não tenham autonomia na saúde do país, medico concursado tem que exercer suas atividades de forma honestas em cima da ética e ter exclusividade para a repartição que prestou concurso.
    Em especial tirar todos os médicos da administração publica, principalmente de ministro e secretario da saúde, mais em essencialmente como diretores de hospitais públicos, pois é desta forma que manipulam a saúde favorecendo sempre os planos de saúde e os hospitais particulares, fazendo com que um hospital publico não tenha um atendimento de qualidade e sim o hospital privado onde o mesmo medico atende o mesmo paciente, mas com um tratamento diferenciado, provando-se assim como funciona o cartel ou se preferirem a máfia da saúde na sociedade brasileira. Coibindo-se o enriquecimento de uma categoria em cima das outras e lutando contra a desigualdade entre os profissionais da saúde em prol de toda a população que paga impostos e ainda precisam pagar plano de saúde para usufruírem de direitos. Vejam exemplos do Canadá e cuba que tratam a saúde como uma coisa seria e essencial para o ser humano que vive em uma sociedade democrática e igual para todos.

    ResponderExcluir
  2. Eh verdade.... e eh verdade tambem que esse *mal* pode accometer a todos nos..

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem companheiro? Espero que sim!

    Há certo tempo venho compartilhando o endereço do seu blog em http://olhosdosertao.blogspot.com/

    Gostaria que trocar links, se isto interessar a você.

    Fico no aguardo de sua resposta para o e-mail professorluismoreira@gmail.com

    Abraços.
    Luis Moreira
    Editor: http://olhosdosertao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Muito tolo isso, se o Brasil tem hoje uma economia estável agradeça a Fernando Henrique, um homem integro.

    ResponderExcluir

O Entrelinhas não censura comentaristas, mas não publica ofensas pessoais e comentários com uso de expressões chulas. Os comentários serão moderados, mas são sempre muito bem vindos.